domingo, 22 de dezembro de 2013

Movie Mashup - O Frankenstein Cinéfilo!


A versão online do jornal "The Guardian", convida-nos a criar um boneco representativo de seis filmes que nos tenham marcado ao longo de 2013.

A minha escolha recaiu em "Hitchcock", "Django", "World War Z", "Rush", "Now you See Me" e "Lincoln". 

O hilariante aplicativo Movie Mashup é capaz das mais inusitadas criaturas, qual Frankenstein, como este abominável hibrido de zombie de "World War Z" que enverga um mui fashion colete de pele e fio da Chanel de "The Bling Ring" com divertidas mangas de "The Wolverine" e "Spring Breakers" e ainda apontamentos de "The Hobbit" e "Despicable Me 2".


E vocês? Está na hora de virem aqui mostrar as vossas criações ;)


terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Sweaty enough for you Babe?


Um das modas que mais me surpreende e intriga no Facebook são as milhentas fotos tiradas no ginásio que marcam presença em cada vez mais murais.

Confesso que quando estou suado e focado na prática de desporto, a última coisa de que me recordo é por certo de tirar uma foto (mas isso sou eu claro).


Ora se esta atitude já me surpreende no geral, e atenção isto não é uma critica mas uma mera observação, o que dizer em específico das mulheres, sobretudo as mais vaidosas? 

É que torna-se hilariante o cuidado e preocupações excessivas quando posam para um foto (dita) “normal”, disparando freneticamente flash atrás de flash à procura do frame perfeito (ai do fio de cabelo que esteja fora do luga ou da roupa que não as favoreça ou que a pose escolhida revele umas gramitas a mais) e simultaneamente nas fotos de ginásio despem-se de quaisquer preocupações e preconceitos, não tendo qualquer receio em surgir “desarrumadas” após (ou durante) uma intensa sessão de treino.
Curioso não é? Alguma menina que me saiba explicar esta ambiguidade? (Vá acusem-se eheh)

domingo, 15 de dezembro de 2013

Portas, Relógios e AC/DC


Paulo Portas entrou triunfante ao som de "Thunderstruck" dos AC/DC no Congresso da Juventude Centrista nas Caldas da Rainha. Ora de Thunder (em cujo refrão alguns rapazolas entoaram Portas) o nosso vice primeiro-ministro pouco tem, pelo que fiquei a pensar se a escolha da música não se deveu ao apego à boina à semelhança do mítico vocalista da banda.

Não bastasse o desproposito teatral com que se fez anunciar, o líder do Partido Popular, confiante na inversão do ciclo para o próximo ano, inaugurou um relógio decrescente para assinalar a saída da Toika prevista para Junho de  2014.  


Posso estar enganado mas algo me diz que boa parte dos portugueses preferia que o relógio assinalasse quanto tempo ainda levarão estas "Portas" para se fechar, isso e o facto de que o relógio parece-me ter a fiabilidade de um daqueles comprados na feira, ora não fosse a "pontualidade" a imagem de marca do seu mentor...

Já agora porque não marcar a próxima entrada com o refrão de "Creep" dos RadioHead...É que parece-me tão mais a propósito...

But I'm a creep, I'm a weirdo
What the hell am I doing here?
I don't belong here

sábado, 14 de dezembro de 2013

A Semana em Cartoons



O Adeus oficial a Madiba centrou as atenções do Mundo, onde não faltaram alguns fait-divers como o simbólico aperto de mão de Obama a Raul Castro (percepcionada de forma bem-humorada por Jeff Darcy do "The Clevand Plain Dealer"), a selfie da polémica da primeira-ministra dinamarquesa, Helle Thorning-Schmidt, com Obama e David Cameron (Martin Sutovec), para além do insólito caso do falso ou esquizofrénico intérprete de língua gestual.



O merecido prémio de "personalidade do ano" para o Papa Francisco pela revista Time foi igualmente um dos temas de destaque, numa lista de finalistas que contou com escolhas um pouco sui generis (Randy Bish - Pittsburgh Tribune).


A descoberta de Água em Marte promete deixar alguns "alienígenas" pouco satisfeitos. Uma divertida ilustração por Olle Johansson. E por falar em alienígenas, na Coreia do Norte Kim Jong Un preocupou-se em desatar alguns nós familiares (Randy Bish).



Aproveitando a Quadra, aqui vai um pedido do Mundo para o Pai Natal...




terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Volver by Chakall - Um Restaurante de "Carne y Alma"


Volver by Chakall, um restaurante de "Carne y Alma". O conhecido chefe argentino leva-nos numa apaixonada viagem pelo melhor da gastronomia argentina, onde não faltam os ritmos quentes do tango, num espaço com uma decoração sóbria mas simultaneamente reconfortante.


As quintas-feiras são dias especiais no Volver. Tive a sorte de assistir ao último espectáculo de "Tango à Mesa" desta temporada, uma actuação vibrante e cheia de garra dos dançarinos Graciana Romeo e Juan Capriotti, bem  secundados pelo "Cuarteto Típico El Bocadito".


Por ora a dupla de dançarinos regressa a Buenos Aires mas há outros espectáculos a descobrir na agenda de Volver.


Como qualquer restaurante argentino que se preze, a carne é o forte mas há toda uma outra variadade de sabores que vão desde o Povo 'a Oaxaca", passando pelo risotto de cogumelos com vieiras e camarões salteados, até à Garoupa grelhada.

A minha "viagem" começou com um suave gin aromatizado com romã enquanto aguardava pelo misto de Tapas Volver, um boa opção para quem quer experimentar um pouco do que o restaurante tem de melhor para oferecer: empanadas argentinas de carne, chorizo argentino com chimichurri, queijo de cabra com rolhinhos do deserto e pimentos padron.


Para prato principal optei por um Boccato de Cardinale, um bife de vazia maturado extremamente suculento acompanhado por um surpreendente arroz de pinhões e coentros. 


Terminei com uma doce mas equilibrada tarte de três chocolates com sorvete de limão...Deliciosa


Volver by Chakall, revela-se uma óptima escolha para apaixonados pela Argentina como eu ou simplesmente uma prazerosa fuga aos locais da praxe na hora de marcar mesa.


A repetir muito em breve...


("Volver" por Carlos Gardel)

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

James Cameron, Primeiro-Ministro Britânico?


James Cameron, premiado cineasta, é Primeiro-Ministro Britânico, isto pelo menos segundo o Telejornal da RTP.

Ora enquanto me preparava para jantar,  noticiava-se como  peça de abertura a longa lista de altos dignitários que irá marcar presença no funeral de Mandela. Obama e os ex-presidentes pelos EUA, Dilma Rousseff e antecessores pelo Brasil e "do Reino Unido JAMES CAMERON leva consigo três ex primeiros-ministros"...

Bem sei que o premiado cineasta  canadiano é multifacetado, ora não fosse ele realizador de filmes tão distintos quanto Aliens, Exterminador Implacável, Titanic e Avatar mas que andava a dar uma mãozinha como Chefe do Governo de Sua Majestade era coisa que fugia ao meu conhecimento.

É certo que todos cometemos gaffes mas não estamos a falar de um directo, nem de uma reportagem em cima da hora mas sim da peça de abertura do noticiário em horário nobre. Cómico mas lamentável.

Para quem não teve a oportunidade de ver ou não se apercebeu, deixo-vos aqui o registo.




sábado, 7 de dezembro de 2013

Resultado Passatempo "Gungunhana"


Parabéns Aurea Neves (Receitas de Sedução), neste caso deu sorte ser a primeira a chegar ;). Irá ser contactada por email.

O meu obrigado a todas as participantes, este foi sem dúvida o primeiro de muitos passatempos.

Um beijo directamente da Cabana


sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

O ADEUS A MANDELA EM CARTOONS

("Caminho para o Céu"; Henricartoon)

São inúmeras as vozes que homenageiam Mandela, desde o cidadão anónimo aos principais lideres mundiais.

Na imprensa mundial foram também vários os que se quiseram juntar no último adeus a Madiba, socorrendo-se de palavras ou na ilustração de imaginativos cartoons.

Deixo-vos uma com uma pequena selecção





















Mandela por Dario Castillejos, El Imparcial de México
Capa do "The New Yorker" por Kadir Nelson



"Remembering Mandela" por Rob Tornoe, Political Cartoons
Mandela "Moses"  por Steve Greenberg
Autor desconhecido
Mandela "Bridge" por Bill Day, Cagle Cartoons

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Hoje e Sempre, Somos todos Mandela!


"I learned that courage was not the absence of fear, but the triumph over it. The brave man is not he who does not feel afraid, but he who conquers that fear." - Nelson Mandela

Morreu Nelson Mandela, isto se é possível que os grandes homens morram. Não é fácil escrever sobre alguém com a magnitude e nobreza daquele a quem carinhosamente chamavam de Madiba.

Mandela nas suas qualidades, na dignidade da sua luta mas também nos seus erros e falhas mostra-nos que é como um de nós, um de nós com qualidades ímpares é certo mas ainda assim um de nós. Um exemplo universal de perseverança, de tolerância e de justiça pelo qual nos devemos pautar.

Como afirmou um dia,“I am not a saint, unless you think of a saint as a sinner who keeps on trying.” 

No dia em que parte, em que deixa a sua amada África do Sul, a "rainbow nation at peace with itself and the world", Mandela deixa igualmente um vazio no coração de todos nós.

Homenagear Mandela é viver sob os valores de liberdade, tolerância e justiça que sempre preconizou. 

Hoje e Sempre, Somos todos Mandela!

Aqui fica uma pequena homenagem que lhe deixei em tempos.

sábado, 30 de novembro de 2013

A Blogosfera Vive-se mais no Feminino?



No imenso turbilhão de blogues que surgem diariamente, as mulheres afiguram-se como participantes muito mais activas na promoção e interacção com esta realidade.

Esqueça-se o óbvio dos blogues de moda e decoração onde a presença feminina é dominante, é notória a diferente postura de homens e mulheres na forma como encaram os blogues.

Os homens mostram-se tendencialmente mais expectantes, menos interventivos nas discussões que têm lugar. Os blogues não parecem ser o fórum de discussão predilecto do género masculino, embora no que toque à autoria dos mesmos a repartição seja mais equitativa.

Falando na Cabana do Paraíso, são bem mais as mulheres que me seguem, pelo menos de forma pública, do que os homens. São as mulheres que mais opinam sobre os artigos que escrevo e que os partilham. A elas o meu muito obrigado.


Será este apenas o princípio muito enunciado de que as mulheres têm curiosidade em ler o lado masculino sobre diferentes temas, nem que seja como contraponto, ou efectivamente são as mulheres bem mais activas que nós homens na blogosfera?

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Verde de Vinho Bruno?



Verde de vinho foi por certo a nota dominante do almoço convívio que reuniu adeptos sportinguistas em Braga no passado domingo, onde Bruno de Carvalho proferiu num tom bacoco-popularucho que para resolver os problemas do país “há uma solução simples que as pessoas ainda não descobriram (…) tiramos o vermelho da bandeira e é tudo nosso”.

Presume-se que a infeliz tirada tenho sido feito em jeito de piada, certo é que o presidente leonino ridicularizou um dos símbolos da soberania nacional, reduzindo a bandeira a uma efémera discussão clubística.

Quem exerce funções de responsabilidade ou de algum impacto social não pode expressar-se como o faria em conversas de café ou num círculo restrito de amigos, sobretudo tendo presente a repercussão imediata nos média e redes sociais. Alguém acredita realmente que as palavras de Bruno de Carvalho tenham sido assim tão inocentes?

Infelizmente é esta a classe de dirigentes desportivos com que fomos brindados, que com o seu permanente tom sarcástico ou puramente malicioso impelem a paixão pelo desporto-rei para um ambiente de guerra, demitindo-se depois airosamente de quaisquer responsabilidades sobre os constantes desacatos provocados por dúzia e meia de energúmenos e o ambiente de crispação e diria  de “conflito armado” que se vive nos principais estádios de futebol, tal é a quantidades de artefactos explosivos arremessados.

Caso Bruno de Carvalho não saiba, se o verde assinala esperança, o vermelho da bandeira simboliza o sangue derramado pelos portugueses ao longo de gerações na edificação de uma ideia, de um país que é Portugal.

É caso para dizer, Verde de vinho Bruno?


terça-feira, 26 de novembro de 2013

Calendário Pirelli - 50 Anos


O icónico calendário da Pirelli assinala 50 anos, por ele já desfilaram alguns dos principais nomes da moda e mesmo do cinema das últimas décadas sob a lente atenta dos mais talentosos fotógrafos.

Aquela que é uma das mais esperadas produções fotográficas a cada ano veio mostrar que um calendário celebrando o nu e a sensualidade femininas pode ser bem mais do que "a gaja loira com grandes mamas" que pontua em cada oficina "que se preze".

O calendário com mulheres nuas está tradicionalmente para as oficinas como o quadro do menino da lágrima e os cães de louça estão para alguns lares. Quiçá alguém se terá lembrado que com tanta testosterona em tão pequeno espaço era melhor ter "uma presença feminina" para desanuviar o ambiente.

Esta edição comemorativa dos 50 anos recupera o trabalho do fotógrafo Helmut Newton realizado em 1986 que nunca havia conhecido a luz do dia. Aqui ficam algumas das fotos 





The Addams Family tours Denmark!


"The Addams Family tours Denmark" ou simplesmente uma interpretação mui sui generis da família real dinamarquesa. A obra da autoria de Thomas Kluge, primeiro retrato oficial da coroa dinamarquesa em mais de 125 anos, tem estado no centro da polémica, sendo que a própria imprensa local diz que o resultado mais parece um poster de um filme de terror ou um "desastre do Photoshop".

Kluge defende-se, arguindo que procurou transmitir a imagem de "uma família moderna e uma parte da história real", tendo um porta-voz da casa real acrescentado que a imagem do  príncipe Christian que surge na linha da frente com um ar austero significa que ele "está ciente das suas futuras responsabilidades". 

Quanto a vocês não sei mas sou mais pela opinião do jornal El País que satiriza que o pequeno herdeiro mais faz lembrar uma das gémeas diabólicas do filme "The Shinning". Creepy!

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Ecletismo a Quanto Obrigas


"UMA CAMISOLA, VÁRIAS EMOÇÕES", é o mote do Sport Lisboa e Benfica para as Modalidades e o paradigma do desporto nacional. Os clubes de futebol são as únicas agremiações desportivas em Portugal com capacidade de aglutinar massas em torno de uma modalidade desportiva ou vetá-la ao puro amadorismo.

Clubes como o Benfica, o Porto e o Sporting mais do que "obrigados a", têm, diria, a responsabilidade social de serem ecléticos, isto apesar das muitas discussões que periodicamente se levantam sobre a sustentabilidade financeira das modalidades ditas amadoras (isto apesar de parte, em bom rigor, ter adquirido o estatuto de profissional ou semi-profissional).


Veja-se o que sucedeu com o ciclismo, modalidade rainha no desporto nacional, que enchia jornais nos anos 70 e 80, altura em que os três grandes rivalizavam no pelotão nacional, ou já mais tarde, no final dos anos 90, quando o Benfica decidiu voltar à estrada, contratando grandes nomes da modalidade. Hoje são basicamente os nossos "emigrantes como Rui Costa que ainda nos recordam da importância tida pelo ciclismo noutras épocas, salvo a euforia (e em assinalável queda) que ainda se vive na Volta a Portugal.

Casos há, pelo contrário, de modalidades que viviam na penumbra do amadorismo, pautando-se por recortes ocasionais nos jornais desportivos e que agora ostentam um mediatismo revigorado face à entrada dos clubes mais emblemáticos do futebol nacional.

O caso do futsal, provavelmente a segunda modalidade com maior destaque a seguir ao futebol, é disso expoente máximo. Um derby Benfica - Sporting tem hoje um impacto mediático e social quase comparável aos duelos que se disputam nos relvados da Luz e de Alvalade.

Fale-se também de outras modalidades, sobretudos as colectivas, como o volley, o basquete e o andebol que só conhecem pavilhões cheios quando estão presentes os colossos de Lisboa ou do Porto.

Clubes não associados ao desporto-rei como o ABC no andebol, o Óquei de Barcelos no hóquei em patins ou o Fonte Bastardo no volley são cada vez mais raras aparições no panorama nacional, tendo perdido porém grande parte da sua capacidade em ombrear com os clubes vindos da esfera do futebol. Para além dos chamados "grandes", saliente-se os casos de Belenenses, Braga, Guimarães, Rio Ave, Académica, entre outros, que vão surgindo noutros desportos.

Não se pense porém que esta realidade é exclusiva do desporto português. O mesmo fenómeno passa-se por regra nos países do Sul da Europa. Real Madrid e Barcelona disputam duelos electrizantes no basquetebol, na Liga que é chamada de NBA da Europa, muito por força da capacidade financeira destes dois gigantes. É no Norte da Europa que esta realidade vai perdendo força. Os clubes dedicam-se geralmente a apenas uma modalidade. Futebol é futebol, rugby é rugby e não é por isso que os estádios ou pavilhões conhecem menos adeptos.


Os EUA são o culminar desta realidade que se opõe diametralmente à portuguesa. Um habitante de Boston é ao mesmo tempo adepto dos Celtics (basquete), Bruins (hóquei no gelo) e Red Sox (baseball), tal como um natural de Nova Iorque festejará pelos Knicks, Rangers e Yankees, respectivamente.

É um aspecto cultural, não se objecte quanto a isso mas igualmente revelador de uma mais limitada cultura desportiva em países como Portugal. 

Inquestionável é porém que os principais clubes de futebol estão umbilicalmente ligados à subsistência das principais modalidades desportivas.

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

A Casa do Bacalhau - A Tradição Mora em Lisboa



Fui conhecer A Casa do Bacalhau, no Beato, uma experiência que definiria quase como uma viagem no tempo aos nossos sabores ancestrais e a um conceito de restaurante tradicional, que por meio da panóplia de restaurantes de sushi e das múltiplas cozinhas de fusão pensamos já não existir em Lisboa.

Na Casa do Bacalhau, respira-se tradição, portugalidade, que começa na concepção do espaço, passando pela simpatia genuína de quem nos serve, pelas fotos que ilustram as paredes e na qualidade dos ingredientes, onde o bacalhau impera sobre as demais opções.



Pouco depois de nos termos sentado fomos brindados com os deliciosos pasteis acabadinhos de fazer. Entre as mil e uma maneiras de confeccionar bacalhau que surgem na ementa, decidi optar por uma das especialidades da casa, na Cataplana com ameijoas do Algarve. Se o aroma nos surpreende, o sabor arrebate-nos. O bacalhau alto como se quer e composto por suaves lascas, evidencia uma qualidade não fácil de se encontrar.

A Carmen escolheu um saboroso Bacalhau com natas e camarão.


Palato e estomago satisfeitos, não resisti ainda assim a experimentar as sobresmesas. Mousse de chocolate belga como uma bola de gelado e o creme rico queimado confirmaram os seus predicados. O remate perfeito para tão agradável refeição. 


Tomado o café despedi-me de quem nos serviu com a promessa de voltar. Se A Casa do Bacalhau é aquele sítio onde nos imaginamos a almoçar com os nosso avôs, é também aquele ao qual queremos levar alguém para o honrarmos com o melhor da nossa gastronomia e da arte de bem-servir.



quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Passatempo "Gungunhana - O Último Rei de Moçambique"


É chegado o momento de premiar os leitores que me têm seguido ao longo deste primeiro ano com um passatempo e nada melhor do que começar com um livro que narra um dos episódios mais marcantes do Portugal Colonial no século XIX.

A Cabana do Paraíso em parceria com a Esfera dos Livros tem para oferecer “Gungunhana”, o último romance de Manuel Ricardo Miranda. Para participar tem de:

1. Ser seguidor registado no blog A Cabana do Paraíso.
2. Ser seguidor da página A Cabana do Paraíso no Facebook.
3. Ser seguidor da página A Esfera dos Livros no Facebook.
4. Deixar o seu nome (nome de utilizador Google ad) e respectivo e-mail para que posteriormente o possamos contactar.
O passatempo começa no dia 21 de Novembro e termina no dia 05 de Dezembro. O resultado será comunicado no dia 07 de Dezembro em simultâneo no blog A Cabana do Paraíso e na página do blog no Facebook.
O sorteio será feito através do sistema Random.org (apenas serão consideradas as participações que tenham seguido todos os procedimentos acima referidos).
Boa sorte a todos!